Anúncio publicado pelo Soft Click

[ Início
[ E-mail Grátis ]
[ Livro de Visitas ]

[ 12 Cantadas que não deram certo ]
[ As 10 maiores razões
[ Forum ]   
[ Info Risada
[ Links ]
[ Loucos são os outros ]
[ Microsoft 666 ]
[ Os 10 Estágios do Pinguço ]
[ Paródia ]
[ Personagens Infantis? ]
[ Piadas ]
[ Pesquisa pelo site ]
[ Ticket Propina ]
[ Qual o nome do filme? ]
[ mais ]
[ mais ]
[ mais ]
[ mais ]
Indique aos seus amigos Eles vão te matar
Webmaster Tenha 22.000 Visitas em seu site !!!
Como está o site?
Cada dia pior!
O que você acha de tirar o site do ar?
Tá melhorando!



Resultado Parcial
Comentar esta Enquete
Recomendar esta Enquete

Trabalhar em Sampa
(30 Votos)

O caipira tenta convencer o amigo a ir trabalhar em São Paulo:
- Vamos lá, Zé! A vida lá é melhor!
- Vô não! Lá tem muito bandido!
- Que nada! Você fica sabendo que é lá que o dinheiro corre adoidado!
- Mais um motivo... Aqui que ele fica parado eu não vejo nem a cor... imagina esse danado correndo!

Cuidando do Sítio
(37 Votos)

O caipira comprou um sítio no meio de um matagal e sozinho, começou a trabalhar. Capinou, arou, construiu um galinheiro, um pomar, fez uma horta e uma casinha de dar inveja aos seus vizinhos.
Um dia, o padre resolveu aparecer por lá para pedir um donativo e comentou:
- Que belo trabalho vocês fizeram aqui!
- Vocês?
- Sim, você e Deus!
- Ahhh! Mas o senhor precisa ver como é que tava isso aqui na época que Ele cuidava sozinho!

 

Comprando uma Tomada
(26 Votos)

O caipira entra na loja de ferragens e pede uma tomada.
- Você quer uma tomada macho ou fêmea? - pergunta o balconista.
- Sei não, seu moço! Eu queria uma tomada pra acender a luz e não pra fazer criação!

 

 

Escritório Rural
(25 Votos)

Depois de muito relutar e um tanto quanto a contra-gosto, o sujeito contrata o caipira para tomar conta do seu escritório.
No primeiro dia de trabalho do caipira, ele passa a manhã toda fora e quando volta vai logo perguntando:
- Alguém esteve aqui?
E o caipira:
- Esteve sim, senhor!
- Quem?
- Eu.
E o sujeito, irritado:
- Não foi isso que eu perguntei. Eu queria saber se alguém entrou aqui neste escritório depois que eu saí.
- Entrou sim, senhor!
- Quem?
- O senhor!

 

Na Casa do Patrão
(22 Votos)

O patrão dá uma bronca no caseiro:
- Olha, seu José, não deixe a sua cadela entrar novamente na minha casa! Ela está cheia de pulgas!
No mesmo instante o caseiro vira-se para a sua cadelinha:
- Teimosa, vê se não entra mais na casa do patrão! Lá tá cheio de pulgas!

 

A Alfaiataria e o Professor de Português
(19 Votos)

O professor de português, recém-chegado naquela cidadezinha, resolve fazer um terno. Ao passar por uma alfaiataria, ele lê o letreiro: "Arfaiataria Aguia di Oro".
Ao entrar, ele cumprimenta o proprietário e, tentando ser gentil, tece um elogio:
- Parabéns! Gostei do nome que você colocou na sua loja. Águia de Ouro! É um nome imponente!
O caipira olha para ele com ar desconfiado e responde:
- Discurpi seu dotô! Pode ser imponente, mas o sinhô falô errado. Não é "Águia di oro" e sim "Agúia di oro"!

 

Mistérios do Interior
(780 Votos)

Viajando pelo interior de Minas, o sujeito sente seu carro falhar e, sem alternativas, pára no acostamento.
Ele não entende nada de mecânica, mas como não há nada para se fazer, ele abre o capô, mexe de lá, mexe de cá e não chega a nenhuma conclusão, até que ele ouve uma voz misteriosa:
- Foi o cabo da vela que se soltou!
Ele olha para todos os lados, mas não vê ninguem e a voz insiste:
- Veja o cabo da vela. Deve estar solto!
Novamente ele não vê ninguem, além de um cavalo que estava junto à cerca. Então ele examina o cabo da vela e confirma: alí estava o defeito. Aliviado, ele liga o carro e segue o seu caminho. Logo adiante ele pára em um boteco, na beira da estrada para tomar um café e resolve contar o acontecido. Um dos presentes pergunta:
- De que cor era o cavalo que estava junto à cerca?
- Preto! - responde ele.
- Você deu foi sorte... - emenda outro caipira - Porque o cavalo branco não entende nada de mecânica!

 

Cantando de Galo
(277 Votos)

Montado em seu carrão reluzente, o sujeito viajava pelo interior quando passa a toda velocidade diante de uma fazenda e acaba atropelando um galo.
Desce imediatamente e, consternado, vê que o bichinho está morto.
Nisso, olha de lado e vê um matuto capinando muito próximo à cerca.
Virando-se para o matuto, o sujeito diz:
- Desculpe, amigo! Foi realmente culpa minha...
O matuto fica olhando pra ele.
E ele, sem jeito, continua:
- Puxa, eu não deveria estar correndo tanto... sinto muito, por ter matado o seu galo. Mas eu faço questão de substituí-lo.
E o matuto:
- Vóismicê fique à vontade! O galinheiro é logo ali...

 

O Caipira Telespectador
(264 Votos)

O caipira estava tranqüilo, deitado na sala, fumando o seu sagrado cigarrinho de palha e assistindo televisão, quando o seu cumpadre passa e acena pela janela:
- Bom dia, Zé... tudo firme?
Ele vira para o amigo e diz:
- Não, cumpadre... Por enquanto é tudo futebor...

 

Corpo Transfigurado
(160 Votos)

O caipira leva a mulher ao hospital. A médica começa a examiná-la:
- Huuummm... A sua mulher não está com uma aparência muito boa. Olhos fundos, pele escamosa, lábios murchos, rosto sem cor...
E o caipira:
- Dona, se a senhora se olhar no espelho, vai ver que também não é lá essas coisas!

 

Elevador Mágico
(71 Votos)

O caipira vai com a família passar uns dias na cidade. Ao chegar a um hotel, parou estupefato em frente ao elevador tentando entender para que servia uma porta com tanta luzinha piscando.
De repente, uma senhora bem velhinha entra no elevador, a porta se fecha e ela desaparece.
Pouco depois a porta se abre novamente e o caipira dá de cara com uma garota lindíssima.
Entusiasmado, ele grita para o filho:
- Josias, vá correndo chamar a sua mãe!

 

O Caipira Pão-Duro
(51 Votos)

O capiau, muito do pão-duro, recebe a visita de um amigo. A certa altura da conversa, o amigo pergunta:
- Se você tivesse seis fazendas, você me daria uma?
- Claro, uai! - respondeu o mineiro.
- Se você tivesse seis automóveis, você me daria um?
- Claro que sim!
- E se você tivesse seis camisas, você me daria uma?
- Não!
- Por que não?!
- Porque eu tenho seis camisas!

 

Procurando Tu
(47 Votos)

O caipira está belo e folgado pescando à beira de um rio, quando aparece um sujeito desesperado:
- Ei, amigo! O senhor não viu por aí uma mulher loira, de camisa azul e saia amarela?
- Ora, vi sim senhor! Passou aqui inda agorinha!
- Puxa, graças a Deus! Então ela não deve estar longe, né?
- Tá não! Principalmente hoje que a correnteza tá fraquinha, fraquinha...

 

A Hierarquia do Caipira
(45 Votos)

O caipira vira-se para o compadre e pergunta:
- Ô cumpadre, é verdade que bispo é muito mais importante que padre?
- É, sim!
- Entonces a partir de agora eu vô chamá ocê de cumbispo!

 

Morreu de Catarata
(38 Votos)

Dois caipiras se encontram.
- Você soube que o Belarmino morreu? - pergunta o primeiro.
- Não! Morreu de quê?
- Catarata!
- Catarata? Mas que eu saiba catarata não mata!
- É... mas empurraram ele!

 

Pesquisa do IBGE
(34 Votos)

Uma pesquisadora do IBGE bate à porta de um sitiozinho perdido no interior.
- Essa terra dá mandioca?
- Não, senhora - responde o capiau.
- Dá batata?
- Também não, senhora!
- Dá feijão?
- Nunca deu!
- Arroz?
- De jeito nenhum!
- Milho?
- Nem brincando!
- Quer dizer que por aqui não adianta plantar nada?
- Ah! Se plantar é diferente...

 

Mira Telescópica
(32 Votos)

O caipira subiu em um táxi no Rio de Janeiro, uma reluzente Mercedes, e foi logo perguntando:
- Moço, pra que serve aquela estrelinha ali na ponta?
E o carioca, gozador:
- Aquilo ali é uma mira! Quando eu quero atropelar uma pessoa, eu miro na estrelinha e pumba!
Ao perceber o olhar assustado do caipira, o carioca continuou:
- Quer ver só? Tá vendo aquela mulher ali...
E acelerou o carro em direção da mulher, só que na hora H ele desviou...
Bumba!
- Ué? Que barulho foi esse? - perguntou o motorista.
- Ora, se eu não abro a porta o senhor ia errar a mulher!

 

Registro Complicado
(29 Votos)

O caipira entra no cartório para registrar o filho:
- Pois não - diz a atendente (até parece que eles são tão educados, só em piada, mesmo). - Qual o nome da criança?
- Ebatata de Souza!
- Ebatata?
- Sim! Ebatata de Souza!
- Desculpe-me (agora já virou ficção científica), senhor! Mas com esse nome eu não posso registrá-lo.
- Por que não?
- Porque Ebatata não é nome de gente! Aliás onde o senhor arranjou esse nome escroto?
- É que eu sou plantador de batatas!
- E daí?
- É que o meu vizinho é plantador de milho e colocou o nome do filho dele de Emilho!

 

A Cidade e o Quartel
(25 Votos)

Um caipira perdido no centro de Uberlândia pergunta para uma coroa que está na janela:
- Ô dona... será qui pudia mi informá adonde é qui fica o centro da cidade?
Ao ver o jeito simplista do caipira, a mulher começa a rir.
- Por acaso aqui é o quarter do exército? - tornou a perguntar ele.
- Claro que não... Por quê?
- Uai... porque tem um canhão na janela, sô!

 

Arrancando o Bolso
(22 Votos)

O caipira vai ao dentista:
- Dotô, quanto custa pra arrancá um dente?
- São cem Reais!
- Creio em Deus padre! Cem rear? Só pra arrancá um dente?
- Exatamente!
O caipira virou-se para ir embora, mas logo voltou:
- E se for só pro senhor deixá meio bambo?

 

Briga de Galos
(20 Votos)

O caipira ganhava todas as apostas das brigas de galos daquele vilarejo, quando um sujeito da cidade, cansado de perder, chega para ele e pergunta:
- Meu amigo, vejo que o senhor é um grande entendido em brigas de galos.
- É...- responde timidamente o caipira.
- Pois eu já perdi quase todo meu dinheiro. Não acertei uma aposta... pode me ajudar e dizer qual é o galo bom da próxima luta?
- O bom é o galo branco - responde o caipira.
O sujeito da cidade, rapidamente, aposta todo o resto do seu dinheiro no galo. Quando acaba a luta, ao ver o galo branco derrotado, ele vai ter novamente com o caipira: - Você não me disse que o galo branco é que era o bom?
- Pois entonces... o branco era o bom... o preto é que era o marvado!

 

Caipiródromo
(1051 Votos)

Os dois caipiras se encontram numa venda:
- Oi, cumpadre! Como vão as coisas?
- Tudo bem! Vosmicê sabia que o Chico casou?
- Sabia, não! Casou com a Lindalva?
- É, aquele mulherão! Agora o bicho tá que é um touro!
- De forte?
- Não, de chifre!

 

O Caipira Prevenido
(439 Votos)

Os dois caipiras se encontram no ponto de ônibus para uma pescaria.
- Então cumpade, tá animado? - pergunta o primeiro.
- Eu tô, home! Ô cumpade, pro mode quê tá levano esses dois embornal?
- É que tô levano uma pingazinha, cumpade.
- Pinga, cumpade? Nóis num tinha acertado que num ia bebê mais?!
- Cumpade, é que pode aparecê uma cobra e pica a gente. Aí nóis desinfeta com a pinga e toma uns gole que é pra mode num sinti a dô.
- É... e na outra sacola, o que qui tá levano?
- É a cobra, cumpade. Pode num tê lá...

 

A Vaca do Compadre
(298 Votos)

- Minha vaca está doente! - diz o caipira para o compadre - Lembra quando a sua ficou doente? O que foi que você deu pra ela?
- Eu dei um pasto especial. - responde o compadre - Se quiser, eu lhe dou o que sobrou e você usa com sua vaca!
O caipira pega o pasto, agradece e vai embora. Uma semana depois ele encontra de novo o compadre:
- Você não vai acreditar, compadre! - diz o caipira, triste e cabisbaixo - Eu dei o pasto à vaca e ela... - o caipira começa a chorar - ela morreu!!
- Olha só que coincidência! A minha também!

 

O Caseiro Atrapalhado
(260 Votos)

O sujeito estava no maior ronco, quando toca o telefone, em plena madrugada:
- Aqui é o Aristides, o caseiro da sua fazenda!
- O que houve Aristides, aconteceu alguma coisa grave?
- Nada não, doutor! Eu só queria avisar que o seu papagaio morreu!
- Meu papagaio? Aquele que ganhou o concurso no mês passado?
- Sim, este mesmo!
- Puxa, que pena! Eu havia pago uma pequena fortuna por ele... mas ele morreu de quê?
- Comeu carne estragada!
- Carne estragada? Quem deu carne estragada para ele?
- Ninguém... ele comeu de um dos cavalos que estavam mortos.
- Que cavalos?
- Dos seus cavalos puro-sangue! Eles morreram de cansaço, puxando a carroça d'água.
- Puxando a carroça d'água? Que água?
- Para apagar o fogo!
- Fogo? Onde?
- Na sua casa... uma vela caiu na cortina e ela pegou fogo.
- Vela? Mas quem foi acender vela lá em casa, se tinha eletricidade?
- Foi uma das velas do velório!
- Velório?!
- É... o velório da sua mãe... ela chegou lá de madrugada sem avisar e eu atirei nela, pensando que era um ladrão!

 

Engenharia Moderna
(213 Votos)

O caipira estava sentado num barranco, pitando o seu cigarrinho de palha e apreciando a paisagem quando pára um carro e descem dois sujeitos com um monte de tralhas.
O caipira fica um tempão observando-os. Mede daqui, mede dali, torna a conferir, até que o caipira não resiste e pergunta:
- Me adescurpe a intromissão, mas o que é que ocêis tão fazeno cum estes trecos tudo aí?
Ao que um deles respondeu, todo educado:
- É que nós somos engenheiros! Estamos fazendo as medições para fazer uma estrada!
E o caipira:
- Ah! bão! É que aqui nóis num faiz istrada deste jeito não!
E o engenheiro, em tom desafiador:
- Ah, não? Então como é que vocês fazem estradas por aqui?
- A gente sórta um burro e vai seguindo ele, por onde o bicho passa é sempre o mió caminho pra se fazê a istrada...
- E se vocês não tiverem o burro?
- Bom... daí a gente chama um engenhero!

 

Colabore Você Também
(69 Votos)

O caipira desce do ônibus na rodoviária de São Paulo e começa a caminhar, deslumbrado com a cidade grande.
Ao passar por uma lixeira, ele lê a seguinte inscrição: "Colabore com a limpeza pública".
Sem pestanejar, ele enfia a mão no bolso, abre a carteira, saca uma nota de dez Reais e enfia na lixeira.

 

Campeão de Cuspe
(49 Votos)

O caipira ia sentado num ônibus em frente a um rapaz todo engomadinho.
De repente, o engomadinho dá uma tossida, enche a boca de saliva, dá uma cuspida que passa rente ao rosto do caipira e sai pela janela.
O caipira olha feio, se ajeita no banco, mas permanece em silêncio.
Dois minutos depois, outra cusparada passa zunindo pela sua orelha.
Ao ser encarado novamente, o engomadinho se defende:
- Muito prazer! Eu sou Honorino Rodrigues, cuspidor profissional.
O caipira fica quieto, enche a boca e vapt!, uma cuspida bem na cara do engomadinho.
- Muito prazer! Eu sou Zé da Silva, cuspidor amador!

 

Conversa Com Uma Gringa
(39 Votos)

O Somewhere (irmão do Natanaer) tá fumando um cigarrinho de "páia" depois de uma gostosa bimbada com uma green-go:
Ela: Once more?
Ele: Minas Gerais!
Ela: I don't know!
Ele: Clar' que dá! E eu num ti cumi, uai?
Ela: I love you. Do you love me?
Ele: Nada disso, cada um que love o seu!

 

A Viagem do Esbui
(35 Votos)

O capiau vai a uma estação ferroviária para comprar um bilhete.
- Quero uma passagem para o Esbui - solicita ao atendente.
- Não entendi, o senhor pode repetir?
- Quero uma passagem para o Esbui!
- Sinto muito, senhor, não temos passagem para o Esbui.
Aborrecido, o caipira afasta-se do guichê, aproxima-se do amigo que o estava aguardando e lamenta:
- Olha Esbui, o homem falou que pra você não tem passagem, não!

 

O Criador de Vacas
(46 Votos)

Certo dia um empresário viajava pelo interior e ao ver um peão tocando umas vacas, parou para lhe fazer algumas perguntas.
- Estou pensando em entrar para o ramo da pecuária será que você poderia me passar umas informações?
- Claro, uai!
- As vacas dão muito leite?
- Qual que o senhor quer saber? As máiada ou as marrom?
- Pode ser as malhadas.
- Dá uns 12 litro por dia!
- E as marrons?
- Também uns 12 litro por dia!
O empresário pensou um pouco e logo tornou a perguntar:
- Elas comem o quê?
- Qual? As máiada ou as marrom?
- Sei lá, pode ser as marrons!
- As marrom come pasto e sal.
- Hum! E as malhadas?
- Também come pasto e sal!
O empresário, sem conseguir esconder a sua irritação, disparou:
- Escuta aqui, meu amigo! Por que toda vez que eu te pergunto alguma coisa sobre as vacas você me diz se quero saber das malhadas ou das marrons sendo que é tudo a mesma resposta? E o matuto responde:
- É que as máiada são minha!
- E as marrons?
- Também são minha, uai!

 
Compare preços:


Digite produto ou marca (ex:"celular")


Procurar apenas em:
Página Inicial
Coloque ESSA PÁGINA como sua página inicial

 

Envie mensagem a luizr@sf.com.br com perguntas ou comentários sobre este site da Web.
Copyright © 2001 Luiz Ribeiro Renato Ribeiro nenhum Direito reservado...
Última modificação: 15 December, 2001 
SE QUISER FAZEMOS SUA PÁGINA NA WEB POR UM PRECINHO!!! CONTATE-NOS PELO E-MAIL: LUIZR@SF.COM.BR

clique aqui!
by Banner-Link

clique aqui!
by Banner-Link

clique aqui!
by Banner-Link